Devaneio



Pintura de Vicente Romero Redondo
Sonhei que vinha:
me abraçava, me mimava e me dizia
que me desejava e que me queria.

Sonhei com euforia:
que me beijava, me despia e me possuía
com loucura e nostalgia.

Mas apenas sonhei
E com profundo pesar despertei e pensei:
Ah, quão cruel é a vida!

Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG ENCANTO LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por