Um momento especial: Minha formatura em Letras


No dia 16 de dezembro de 2010, me formei em Letras e como se este momento já não fosse extremamente especial, fui agraciada com uma grande honra que o tornou mais inesquecível ainda: ser a oradora da turma. 

Confesso que de súbito fui tomada por uma infinita alegria, porém, quando o peso de tamanha responsabilidade se acomodou em minha consciência, logo um profundo temor me dominou, pois afinal eu teria que encontrar as palavras adequadas para expor tudo que eu e os colegas de minha classe,  havíamos enfrentado durante os três anos em que como universitários, lutamos para alcançar nossa formação acadêmica.

Então, antes de escrever o discurso inúmeras recordações afloraram em minha mente seguidas de todos os mais distintos sentimentos: medos, angústias, discussões, dúvidas brincadeiras, alegrias, vitórias, pesquisas, trabalhos, provas, noites em claro, professores, livros, enfim, tentei buscar TUDO que vivenciamos até o momento da formatura, e transformar em um texto (que não fosse longo), mas sensorial o bastante para que a plateia conseguisse absorver um pouco daquilo que nós formandos de Letras trazíamos em nossa alma. Espero que gostem.



Boa noite a todos

Primeiramente quero agradecer em nome dos formandos do curso de Letras, a presença dos pais, dos familiares, dos profissionais e dos educadores da UNISA, uma vez que foi principalmente através do incentivo de todos vocês, que nós conseguimos alcançar esta tão almejada graduação.

Quero agradecer também a todos os meus colegas e amigos de classe, que me concederam este privilégio de ser a oradora da turma e reforço que me sinto profundamente honrada, em lhes representar neste momento tão importante e solene de nossas vidas. 

Esta ocasião reúne os sentimentos mais simples e múltiplos, ligados às mais significativas realizações, pois ela é o ponto de chegada de uma árdua caminhada e simultaneamente, o ponto de partida de outra importante batalha, a qual se resume em buscarmos compartilhar dentro da sociedade, todos os conhecimentos que adquirimos em nossa graduação, pois o curso de Letras é primordial para qualquer área da vida, uma vez que seu objetivo está nas palavras, são elas que o alimentam e o sustentam. 

Desta forma é imprescindível mencionar que é através do uso da palavra que convivemos com o mundo da linguagem e esta é a principal ferramenta de expressão do pensamento, pois é por meio da linguagem que não apenas nossa realidade, mas de todos os seres humanos, se materializa, se apresenta e é por ela que as relações sociais se estabelecem em todo o mundo.

E foi com o objetivo de aprofundar e cultivar nossos conhecimentos sobre o uso da palavra em suas formas mais distintas, que passamos estes três anos juntos, compartilhado momentos bons e ruins, os quais foram permeados pelo brilhantismo intelectual, pela humildade, pela compreensão e principalmente pelo companheirismo existente não apenas entre nós alunos, mas também com nossos professores, os quais com muito carinho e esmero se dedicaram a nos aprimorar e lapidar durante toda nossa graduação.

Não nego que também ocorreram muitas divergências entre nós, assim como acontece em qualquer âmbito da vida, onde exista a reunião de um grupo de pessoas, cada qual com suas singularidades pessoais e personalidades distintas. E este foi o maior aprendizado que obtivemos: aprender a conviver e a valorizar nossas diferenças para unidos alcançarmos nosso diploma acadêmico.

Muitas dificuldades tentaram obstruir nosso sonho em concluir esta graduação. Vários alunos passaram por tantos problemas no decorrer do curso, que muitos até cogitaram a possibilidade de abandoná-lo. Mas, a força que tentava impulsionar alguns para a desistência, era fortemente combatida pelos outros colegas, amigos de classe e principalmente por todos os nossos professores e isto foi o fator que inevitavelmente, ocasionou um clima de profundo companheirismo e amizade entre todos nós.

Afirmamos que se fossemos questionados se valeu à pena tudo o que vivemos para chegarmos até este momento, não teríamos resposta melhor a não ser utilizar as palavras do grande poeta português Fernando Pessoa: “Tudo vale à pena. Se a alma não é pequena.” E podemos garantir que nossa alma após este curso de Letras, tornou-se infinitamente maior. 

Martin Luther King - Ilustração de Amy Bates
Por fim, terminarei com as sábias palavras do grande ativista político pelos direitos civis nos EUA, Martin Luther King, as quais foram escolhidas por ilustrarem perfeitamente o que vivemos, aprendemos e o que nos tornamos como alunos e agora formandos do curso de Letras: 

 “É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
 É melhor tentar, ainda que em vão que sentar-se, fazendo nada até o final.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias frios em casa me esconder.
Prefiro ser feliz embora louco, que em conformidade viver”
Muito obrigada a todos e uma ótima noite!

4 comentários

  1. Oi Idianara! Parabéns pelo blog está muito lindo. Adorei que você postou seu discurso de oradora porque eu lembrava que ele tinha sido muito bom mas não tinha mais como lembrar tudo. O que eu nunca esqueci foi a frase que você citou do Fernando Pessoa que descreve muito bem aquele momento especial e que vale ainda hoje:“Tudo vale à pena. Se a alma não é pequena.” Parabéns e estou com saudades. Bjokas.

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise!! Bem vinda ao meu blog e obrigada pelo carinho e pelo comentário.Também sinto muitas saudades!!! Abraços!!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá querida Idianara. Lendo seu discurso, senti-me novamente naquela noite de vitória. Parabéns pela iniciativa de compartilhar esse momento que ficará gravado na memória. Beijo, Sidney.

    ResponderExcluir
  4. Oi Sidney!Obrigada por suas palavras, realmente foi um momento inesquecível! Abraços!!!!!

    ResponderExcluir

© BLOG ENCANTO LITERÁRIO- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por